skip to Main Content
Águas Do Brasil Serão Abençoadas Nas Celebrações Dos 300 Anos De Aparecida

A convite do Santuário Nacional a Marinha do Brasil participa das celebrações dos 300 anos de Aparecida contribuindo com a coleta das águas dos principais rios brasileiros, para serem abençoadas no dia 1º de outubro, abertura da novena da Padroeira do Brasil.

A representação da Marinha em todo o território nacional foi responsável pela coleta nas bacias hidrográficas dos rios Amazonas, São Francisco, Tocantins-Araguaia, Paraná, Paranaíba, Uruguai, Paraguai, Atlântico Nordeste Oriental, Atlântico Nordeste Ocidental, Atlântico Leste e Atlântico Sudeste, reunindo amostras de 79 rios.

A primeira coleta de água foi realizada no Rio Amazonas, no dia 21 de março, pelo Arcebispo Ordinário Militar do Brasil, Dom Fernando Guimarães.

O capelão da Marinha no Brasil, padre Luiz Carlos Cardoso de Diniz foi o responsável juntamente com outros membros da Marinha do comando de São Paulo, a trazer águas coletadas. Em entrevista o capelão expressou gratidão em participar das comemorações dos 300 anos, e afirmou que é uma oportunidade para a Marinha se consagrar a Nossa Senhora Aparecida.

É uma alegria muito grande poder fazer parte desse momento … Pra mim é significativo estar aos pés de Nossa Senhora

“É uma alegria muito grande poder fazer parte desse momento histórico que o Brasil possibilita que nós participemos. Pra mim é significativo estar aos pés de Nossa Senhora e poder colaborar com mais esse simbolismo todo, onde a Marinha se consagra sobre os pés e o manto de Nossa Senhora Aparecida.”

As águas serão condicionadas em francos especiais, assim como tendo sido feito com as terras dos estados brasileiros e o Distrito Federal. A ação recorda a origem da imagem de Nossa Senhora Aparecida, que veio das águas do rio Paraíba do Sul.

“Todo o povo estará aqui no Santuário, quando abriremos a novena de Nossa Senhora Aparecida, e as águas serão entronizadas neste dia, juntamente com as terras que foram coletadas nos 26 estados brasileiros e distrito federal,” explica padre Rodrigo Arnoso.

O prefeito de Igreja do Santuário afirma que ter essas águas nas comemorações dos 300 anos de Aparecida significa acolher todo o Brasil, lembrando também da importância desse bem natural na vida do ser humano.

“Pra nós significa acolher o Brasil em cada porção dessa água, em cada frasco com água nós temos um pouquinho do nosso Brasil… e Maria aqui neste santuário nos ensina isso, ela veio das águas, as águas que para nós tem um sentido muito importante, pois é pelas águas do batismo que nascemos para uma vida nova, a água é fonte de vida… então ter essas águas aqui no Santuário é também valorizar este dom de Deus, este dom que é dado para saciar a nossa cede, para nos fortificar, para nos dar força também para a grande missão que temos de sermos missionários e discípulos de Jesus Cristo.”

Após as celebrações do Jubileu dos 300 anos, as águas ficaram expostas no Museu Nossa Senhora Aparecida para visitação de todos os romeiros.

Fonte: A12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
X